banner2

De acordo com dados do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, o número de mulheres aptas a votar é maior que a quantidade de homens em Picos. Dos 50.670 eleitores, entre zona urbana e rural da cidade, 26.648 são mulheres, representando 52,59% desse total. Os eleitores masculinos são contabilizados em 24.022, que equivale a 47,41%.

Com relação à faixa etária desse grupo, o registro apontou que o maior número de votantes tem idades ente 45 a 59 anos, que totaliza 11.989 pessoas. Os jovens com 16 anos são os que estão em menor número, 464 pessoas.

Os idosos com mais de 70 anos, embora não tenham obrigatoriedade de comparecer às urnas, ainda têm importante expressão, já que ainda há 3.587 votantes.

Para Luís Borges, chefe de cartório da 10ª Zona Eleitoral de Picos, com esses dados é possível traçar um perfil da população picoense que ainda faz questão de escolher seus representantes.

“Comparecem, não com um número que gostaríamos que fosse, apenas 3.587 de pessoas com mais de 70 anos. O eleitorado se encontra mais concentrado na faixa etária de 25 e 59 anos, que dá em torno de 23 mil eleitores”, afirmou.

VEJA A TABELA:

 

Em Picos –zona urbana e rural- há cerca de 80 locais de votação, onde estão distribuídas 244 seções.

E-título

O chefe de cartório falou também sobre o e-título – aplicativo que substitui o título de eleitor convencional.

“É uma ferramenta que facilita o voto no dia da eleição. Pelo e-título você vai até a seção, e sem precisar levar título de papel, ou identidade, você se identifica apenas com o e-título, que você vai baixar da internet no seu celular”, explicou.

Depois de fazer o download, não é necessário estar conectado à internet para utilizar o e-título. O app está disponível na Google Play e na App Store. Depois de baixá-lo, basta inserir o número do título eleitoral, seu nome, o de seus pais e sua data de nascimento. Então, será gerado um e-título que, ao ser acessado pela primeira vez, grava o documento localmente e o deixa disponível.

O título de eleitor impresso continua valendo, mas é preciso lembrar que ele exige a apresentação de um documento com foto (como RG ou carteira de motorista).

CONFIRA A ENTREVISTA COM LUÍS BORGES-

banner2