Início Destaque Servidores do IFPI de Picos aderem à Greve Geral

Servidores do IFPI de Picos aderem à Greve Geral

A mobilização nacional aconteceu nesta terça-feira (05) e marca a luta contra Reforma Previdenciária

Servidores realizaram panfletagem nas ruas de Picos

Na manhã desta terça-feira (05) centrai sindicais e movimentos sociais do Piauí aderiram à Greve Geral que representa a luta contra a Reforma da Previdência. Esta é a segunda greve geral nacional convocada pelas centrais em 2017, a primeira ocorreu no dia 28 de abril.

Em Picos, servidores do Instituto Federal do Piauí (IFPI) participaram da mobilização, paralisando suas atividades durante todo o dia de hoje (05). A ação foi marcada por panfletagem na Praça Félix Pacheco.

A professora e integrante do SINDIFPI – Sindicato dos Docentes do IFPI – Ana Carina Sampaio destacou que a pauta principal é contra a votação da Reforma Previdência, entretanto, a categoria também luta pelos direitos trabalhistas, direitos sociais e contra a corrupção.

“Nós estamos aqui na rua abordando as pessoas e explicando o que é essa Reforma da Previdência, que atinge diretamente o trabalhador, seja ele do setor público ou privado. Nós estamos todos parados hoje, depois haverá uma assembleia. Em Teresina onde a movimentação é maior, [os servidores] estão na rua também e nós estamos aqui para reafirmar que somos contra a Reforma da Previdência”, acrescenta a docente.

O servidor público, Laércio Alvarenga, passava pelo local onde acontecia a mobilização e deu sua opinião sobre o tema. “No momento que estamos passando, de tudo que é pior, eu acredito que não seja a melhor opção cortar um direito que é do trabalhador, que é gozar da sua aposentadoria, eu acho que é um desrespeito com a população”, destaca.

A votação da Reforma Previdenciária, que deveria acontecer esta semana, foi adiada, segundo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, obtendo quantidade suficiente para ser aprovada, a reforma entrará em pauta ainda este ano.