Início Destaque Prazo para certificação da vacina contra febre aftosa é prorrogado até 10...

Prazo para certificação da vacina contra febre aftosa é prorrogado até 10 de janeiro

banner2

A Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi) adiou o prazo para a certificação da vacina contra a febre aftosa. O período se estenderia, do início da campanha de vacinação, 01 de novembro, até o dia 15 de dezembro, entretanto, devido à baixa procura, foi ofertado aos criadores até o dia 10 de janeiro de 2019 para se regularizarem.

Os criadores devem procurar o escritório da Adapi onde forem cadastrados portando a nota fiscal de aquisição das vacinas, documentos pessoais e as informações sobre os animais acima de 24 meses. Lembrando que, mesmo para aqueles que não possuam animais na faixa etária de vacinação, o comparecimento é obrigatório.

O médico veterinário e fiscal agropecuário da Usav de Picos (Unidade de Saúde Animal e Vegetal), Edilton Pedro, fala da obrigatoriedade de fazer a certificação do animal após vaciná-lo.

Médico veterinário e fiscal agropecuário da Usav de Picos, Edilton Pedro (Foto: Daniela Meneses)

“O criador que ainda não certificou, procure o escritório da Adapi, ou o escritório dos seus municípios, aqueles que têm técnicos, para fazer a certificação até que encerre o prazo, que o dia 10 de janeiro”, orientou.

Ao final desse prazo de certificação e atualização, a agência dará início ao pós-etapa, momento em que os fiscais da Adapi abrem investigação a fim de descobrir as propriedades que não realizaram vacinação ou não atualizaram as informações e de intervir junto a esses criadores no sentido de conscientizá-los.

Os inadimplentes estão passíveis de sanções, avaliadas de acordo com a situação cadastral.

CONFIRA A ENTREVISTA COM EDILTON PEDRO

banner2