Início Destaque Prefeitura estipula prazo para donos de trailers saírem das praças de Picos

Prefeitura estipula prazo para donos de trailers saírem das praças de Picos

Reunião aconteceu nesta segunda. (Foto: Jesika Mayara)

Proprietários de trailers situados nas praças Josino Ferreira e Félix Pacheco foram convocados para uma reunião que aconteceu nesta manhã (11) na prefeitura de Picos. O encontro foi articulado pelo secretário de Turismo e do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Picos, Iata Rodrigues.

De acordo com o secretário, a convocação teve como objetivo saber quais proprietários têm interesse de levar seu ponto comercial para a Avenida Beira Rio. Iata explicou que aqueles que não for, não terão mais direito de permanecer na praça e perderão a vaga no Point Beira Rio, segundo ele, o espaço será dado para pessoas que estão em um cadastro reserva.

“A reunião de hoje foi para determinar, definir, para comunicar que nós vamos, até o dia 02, que será o dia da inauguração da praça de alimentação da Beira Rio e queríamos saber deles, aqueles que querem efetivamente ir, porque o espaço é limitado e a prioridade é para eles. Se aquele proprietário que disser ‘eu não vou’, ele vai ter que deixar isso bem claro, por escrito, porque nós vamos embargar, ele não vai mais poder usar na praça. […] E nós vamos convidar quem está no cadastro de reserva para vir para o espaço dele e aí ele nem vai funcionar na praça e nem vai ter mais espaço na Beira Rio”, explicou Iata.

Os proprietários dos trailers terão que sair até o dia 02 de julho das praças Félix Pacheco e Josino Ferreira. “Apenas as bancas de revista vão permanecer nas praças e chaveiro e essas barracas que vendem lanches vão ter que sair até dia 02 e no dia 06 será a vez de todos os outros barraqueiros, aqueles que vendem importados, capinhas de celular, aqueles que vendem confecções nas praças também, sairão para dentro do shopping popular. Nós temos a inauguração da praça de alimentação Point Beira Rio e temos no dia 06 a inauguração do shopping do Povo”, concluiu Iata Rodrigues.

CONFIRA A ENTREVISTA COM IATA RODRIGUES-