Início Destaque Irregularidades continuam sendo registradas no Lousinho Monteiro

Irregularidades continuam sendo registradas no Lousinho Monteiro

Residencial Lousinho Monteiro
banner2

Um morador do Conjunto Habitacional Lousinho Monteiro procurou a nossa redação para denunciar que alguns moradores não estão residindo no local como é determinado no contrato. Segundo ele, algumas famílias só vão nas casas nos finais de semana para simular que há moradores. Ele não quis se identificar, mas falou que ainda há muitas irregularidades no conjunto.

A coordenadora de Habitação e Urbanismo de Picos, Claudia Mônica, confirmou a denúncia do morador e afirmou que o órgão está fazendo as fiscalizações devidas. Ela disse que estão sendo apuradas as irregularidades para que a denúncia seja levada ao Ministério Público e ao banco responsável pelo empreendimento.

Coordenadora de Habitação e Urbanismo de Picos, Claudia Mônica

“A coordenação tem conhecimento, não só que estão lá, colocam um móvel, acende uma lâmpada e diz que está morando. A gente sabe não só dessas denúncias, mas também de casas que já foram vendidas, casas que foram cedidas, casas que foram alugadas e a coordenação está fazendo a fiscalização sim. Nós não vamos sucessivamente, nós damos um intervalo”, contou.

Claudia Mônica disse ainda que existe um grupo que foi criado no Whats App entre os moradores do conjunto, cujo objetivo é alertar sobre as fiscalizações da Coordenadoria de Habitação.

“Na medida que a equipe [da coordenação] chega em uma quadra, todos se comunicam e de imediato essas pessoas vão para suas casas, suas unidades as quais foram beneficiadas, mesmo que não estão morando, mas vão para lá, para dizer que estão morando, então dificulta muito o trabalho da coordenação”, disse.

A coordenadora disse também que há muitas pessoas no cadastro reserva esperando por uma vaga que está sendo ocupada por quem não necessita.

“É esperando que a justiça tome providências com relação às irregularidades para que essas famílias que estão necessitando, que estão na reserva, possam ser contempladas, que na medida que a justiça tomar uma atitude com relação a essas irregularidades, essas famílias que estão na reserva, com certeza serão contempladas”, concluiu.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA DE CLÁUDIA MÔNICA-

 

banner2