Herlândio Andrade - Foto: Fabricio Sousa

Os servidores técnicos administrativos da Universidade Federal do Piauí suspenderam o movimento grevista no último dia 19. A paralisação que durou cerca de 40 dias, foi bastante positiva na visão do coordenador do Sindicato dos Trabalhadores da UFPI (SINTUFPI), subseção de Picos, Herlândio Andrade.

“Foi vitoriosa por que tivemos nestes 40 dias momentos com o secretário geral do planejamento onde a gente pode apresentar nossas pautas e conseguimos também um ato histórico lá em Brasília mês passado, conseguimos ainda marcar uma discussão com o ministro da Educação para que eles pudessem ver as nossas reivindicações”, avaliou o coordenador local do SINTUFPI.

Quanto às pautas locais, Herlândio explicou que houve um diálogo com o reitor da UFPI, onde obtiveram êxito nas propostas apresentadas pela categoria. “Uma das pautas que a gente já vinha solicitando era o concurso interno de remoção e isso foi atendido, já houve o concurso, alguns servidores irão para Teresina assim como servidores virão para Picos, então foi atendido sim, foi uma avaliação positiva que fazemos deste movimento paredista que não morreu, estaremos vigilantes”, disse.

ENTREVISTA: Herlândio Andrade – Suspensão da greve dos Técnicos Administrativos da UFPI