banner2

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) decidiu bloquear as contas bancárias de três prefeituras municipais, de quatro Câmaras Municipais, de seis Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) e de quatro Consórcios Municipais. A decisão é de quinta-feira (9).

Na sessão plenária de nº 37/2017, os conselheiros decidiram pelo bloqueio das contas decorrente de inadimplência quanto ao envio das prestações de contas referentes ao exercício de 2017. A falta apresentação dessas informações, dificulta o trabalho do TCE para fiscalizar os gastos públicos.

As prefeituras municipais que tiveram as contas bloqueadas foram: Bertolínia, Hugo Napoleão e Santana do Piauí. As Câmaras Municipais foram as de: Bela Vista do Piauí, Madeiro, Nossa Senhora dos Remédios e Pedro II.

Já os Regimes Próprios de Previdência Social que tiveram as suas contas bloqueadas foram as de: Passagem Franca do Piauí, Porto, São Braz do Piauí, Sebastião Barros, Teresina e Valença do Piauí.

Os Consórcios Municipais foram os: dos Municípios do Médio Parnaíba do Piauí, da Regional de Saneamento do Sul do Piauí, da Intermunicipal de Desenvolvimento do Território dos Cocais e da Regional de Desenvolvimento da Planície Litorânea Piauiense.

Outro lado

O prefeito de Hugo Napoleão, Hélio Rodrigues, afirmou na noite desta dessa sexta-feira (10), que as contas do município não estão bloqueadas.

GP1

banner2