Como nasceu o Sistema de Comunicação de Picos

No início dos anos 70 o Brasil vivenciou um período de intenso progresso tecnológico e expansão industrial com a construção de grandes obras de infraestrutura, como: estradas, barragens, geração de energia, etc.

Este surto, que ficou conhecido como o “milagre econômico brasileiro” alavancou um crescimento anual que chegou próximo a incríveis 10%.

Para a consecução do milagre econômico, era necessário integrar o país, e por isso, o lema em voga à época era o da “integração nacional”.

Como integrar um país de características continentais que tinha, como ainda tem, regiões absolutamente inacessíveis?

A única forma de ligar o Brasil ao Brasil seria através da comunicação, expandindo a telefonia e abrindo novos canais de televisão e radiodifusão.

Naquelas idas a região dos Baixões Agrícolas Piauienses, que tem como principal centro urbano a cidade de Picos, encontrava dificuldades quase insuperáveis de integrar-se. O telefone era uma peça rara e de difícil operação, televisão sem qualquer nitidez captava imagens por puro milagre, vindas de além da serra da Ibiapaba e o rádio era uma chiadeira só, não importando se sintonizávamos a Nacional do Rio de Janeiro, a Clube de Pernambuco ou a Sociedade da Bahia.

Além de todos os percalços tecnológicos ainda temos as difíceis barreiras da topografia, afinal são das cadeias montanhosas que retiramos inspiração para dar nome à nossa cidade: Picos.

Todos os homens públicos da região, com um mínimo de informação e cultura sabiam dessa necessidade de integração, e muitos deles buscavam mecanismos que viabilizassem o intercâmbio regional.

No final dos anos 50, recém-formado advogado e já prefeito de Picos o saudoso Helvídio Nunes de Barros já acalentava o sonho de integrar a região, sonho maturado à época de governador e finalmente, realizado quando senador da República.

O que fazer para juntar a macrorregião de Picos? Televisão? Não, não tinha mercado. Rádio, eis a ideia. Integrar a região através das ondas do rádio.

Assim, com muitas dificuldades surgiu a Rádio Difusora de Picos, informando, oferecendo lazer através da música, promovendo e integrando toda a Região.

Depois de muitas idas e vindas na burocracia do Ministério das Telecomunicações, licitação, concorrência, compra de equipamentos, instalação, formação do grupo humano para operação e administração da Emissora, a Rádio Difusora de Picos estava oficialmente no ar a 29 de julho de 1979, exatamente às 08:43 minutos, da manhã daquele domingo radioso.

Pouco tempo depois, ainda naquele mesmo dia começou a aglomerar-se o povo na porta da Rádio, ao meio dia uma multidão já impossibilitava o trânsito de veículos na esquina da Rua Joaquim Baldoíno com a Rua Santo Inácio, nos dias subsequentes principalmente nos dias de feira, o povo de todas as cidades da macro região nos visitava, nos fazia festa, nos mimava como verdadeiros ídolos populares, depois as cartas, milhares de cartas de todas as cidades, povoados e localidades confirmavam a audiência.

O sonho estava realizado!

A macrorregião de Picos estava integrada.

Para fortalecer a integração da macrorregião de Picos, quase sete anos depois, dia 07 de julho de 1985, foi oficialmente inaugurada a Rádio Grande Picos AM, mais musical, programação eclética, prestação de serviços (notas, convites, etc.), com grande aceitação na zona rural e municípios circunvizinhos.

No dia 10 de abril de 1993, foi oficialmente ao ar a Rádio Grande Picos FM, a terceira Emissora do SCP – Sistema de Comunicação de Picos, fundação e organização do Grupo Helvídio Nunes de Barros, com uma programação bastante diversificada, sempre procurando alcançar um público distinto, sem, entretanto, renunciar ao objetivo primeiro do rádio que é a audiência. Atualmente, desde 29 de abril de 2006, fazendo parte da Rede Liderança FM de Fortaleza – CE.

Rádio – um veículo de comunicação impulsionador da educação e formador de uma consciência nacional, com uma programação eclética, oferecendo serviços e lazer através da música, da notícia, da informação e do esporte, promovendo e integrando toda a região.

16,976FãsCurtir
178InscritosInscrever