No Piauí, 460 mil famílias que recebiam o Bolsa Família devem migrar automaticamente para o Auxílio Brasil, novo programa de transferência de renda do Governo Federal, sem a necessidade de recadastramento. O benefício foi regulamentado através de um decreto editado pelo presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) na última segunda-feira.

O gerente do Cadastro Único no Piauí, Roberto Oliveira, destaca que as famílias que já possuem o cadastro receberão os novos valores automaticamente.

“Nós tivemos o decreto que já coloca as novas regras para o Auxílio Brasil. O que é importante colocar para a população é que não vai precisar de um novo cadastro. O Cadastro Único, que é o cadastro para todos os programas sociais, que já vinha sendo utilizado para o Bolsa Família, é o mesmo a ser utilizado pelo Auxílio Brasil. A regra básica é que todas as famílias que recebiam o Bolsa Família passam a fazer parte automaticamente do Auxilio Brasil”, explicou.

Já os piauienses que solicitaram o Auxílio Emergencial pelo aplicativo da Caixa Econômica, sem estarem no Cadastro Único, terão que se cadastrar para receber o novo benefício de transferência de renda.

“Essas pessoas, que porventura não têm cadastro único, poderão ficar sem o benefício, mas elas poderão dirigir ao CRAS, levando sua documentação, para fazer o cadastro único e concorrer ao benefício de transferência de renda”, destaca Roberto Oliveira.

Auxílio Brasil 

O Auxílio Brasil, novo programa de transferência de renda do governo federal, deve começar a ser pago ainda no mês de novembro. Todas as famílias já beneficiadas pelo Bolsa Família serão incluídas automaticamente no novo programa.

 

Natanael Souza
redacao@cidadeverde.com