Uma mulher foi presa na manhã desta quarta-feira (7) pela Polícia Civil do Piauí, por meio do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), durante cumprimento de mandado de prisão preventiva. Ela é acusada de integrar um grupo criminoso acusado de realizar roubos a banco e caixas eletrônicos na cidade de Teresina. O marido, foragido de uma penitenciária, também foi preso.

A prisão aconteceu no bairro Santa Lia, na Zona Leste de Teresina. Segundo o Greco, a prisão de alguns acusados de roubo a banco em Teresina deu início a uma investigação.

“A investigação, com fundamento em elementos formalizados em inquérito, constatou que a casa onde foram apreendidos armas, coletes e veículos no mês de setembro do ano passado foi alugada pela nacional presa”, informou a Polícia Civil.

Durante a investigação o Greco conseguiu descobrir que a casa onde foi encontrado todo esse material para roubo a banco, tinha sido alugada pela acusada a pedido de um dos integrantes dessa quadrilha. Essa casa era um ponto de apoio para esses criminosos que foram presos neste ano.

Dois membros desse grupo criminoso foram presos em março deste ano, após o estouro de caixa eletrônico no Posto Monte Cristo, no bairro Satélite, em Teresina.

Nessa quarta-feira foi dado então cumprimento ao mandado de prisão contra a mulher, que foi presa em sua casa no bairro Santa Lia. Ela já tinha sido presa por tráfico de drogas e sequestro de um gerente de banco em 2014 na cidade de Água Branca.

A Polícia Civil informou que, durante o cumprimento do mandado de prisão, também foi preso o companheiro da mulher, pois foi constatado que ele estava foragido da Penitenciária Major César, onde cumpria pena por tráfico.

 

G1