Francisco das Chagas Sousa, o Chaguinha (PTB)

O vereador eleito, Francisco das Chagas, o Chaguinha (PTB), falou da perspectiva para a votação para a presidência da Câmara Municipal de Picos. Segundo ele, a escolha do nome deverá ser feita através de consenso e sem brigas entre os parlamentares do seu grupo.

“Estamos tranquilos, e qualquer nome que seja apresentado, deverá ser o eleito. Nós estamos com o objetivo de na próxima semana fazermos uma reunião, mas antes precisamos da anuência do prefeito [Gil Paraibano] e da vice-prefeita [Xandú], bem como do líder, o ex-prefeito Zé Neri de Sousa, para que juntos decidamos o futuro da Câmara Municipal. Então nós teremos um nome de consenso, um nome que não venha criar nenhum atrito e que venha unir mais ainda o grupo formado e liderado pelo próximo prefeito, Gil Paraibano”.

Chaguinha destacou que todos os vereadores têm condições de presidir a Casa e que não há nenhum nome favorito no momento.

“Nós entendemos que, havendo um entendimento, não há necessidade de disputa. Há uma necessidade de discussão para que a gente possa formar uma chapa que possa conduzir o destino da Câmara Municipal, com sabedoria, com entendimento, e com isso, eu acredito que vamos buscar, quem seja esse nome, que consiga unir todos os vereadores, sem que haja nenhum prejuízo para a base do próximo prefeito”, acrescentou.

O petebista ainda destacou o seu posicionamento sobre a permanência de um presidente do legislativo por mais de um mandato. Segundo ele, é necessário haver mudanças rotineiras no cargo.

“Um dos projetos nosso é de acabar de a reeleição. Quem estiver por lá e fizer um bom trabalho, vai ser reconhecido pelo povo e pelos seus colegas vereadores, e certamente ele sai de cena para entrar um outro grupo”, concluiu.

CONFIRA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA COM CHAGUINHA