Prefeitura de Picos (Foto: Reprodução)

Nenhum dos pré-candidatos a prefeito de Picos possui seu companheiro de chapa definido. Júnior Nobre (PSD) mantém cautela em relação ao tema. Glauber Silva (PDT) trabalha para conseguir um nome de fora do seu partido. Coronel Viana (PSL) não revelou com que companheiro pretende ir para a disputa. O ex-prefeito, Gil Paraibano, deve compor com um nome do PTB, mas o partido não revelou quem. Já na base governista, pelo menos três nomes disputam o direito de aparecer na foto ao lado do empresário Araujinho (PT).

No páreo  

Edilberto Cirilo (Foto: Daniela Meneses)

O presidente do PCdoB picoense, Edilberto Cirilo, informou à coluna que o partido não declinou da indicação da ex-vereadora, Fátima Sá, para compor a chapa majoritária que será encabeçada pelo empresário Araujinho. O porta-voz dos camaradas ainda pontuou que a indicação tem o aval do prefeito Padre Walmir Lima (PT), que está ajudando a segurar a toalha e que não estão dispostos a jogá-la fora.

Em desvantagem

Mas de acordo com algumas línguas ferinas da cidade, se a agora comunista Fátima Sá, depender do prestígio e da popularidade do prefeito Padre Walmir Lima, a ex-parlamentar está a algumas léguas de distância dos demais concorrentes ao posto. Será mesmo?

Querendo a vaga

E por falar no assunto, comenta-se que um grupo de empresários da cidade estaria tentando viabilizar um nome para ocupar o espaço. Mas o problema é que o possível escolhido não reside no município picoense.

Os felizardos

Circula nas rodas de conversas na cidade de Picos, que há na Capital do Mel uns dois sortudos que foram contemplados com um cartão corporativo do Governo do Piauí. E sendo verdade os buchichos, estes podem jogar na Mega Sena, porque com tanta sorte assim, é bem capaz que também dividam entre si a bolada do sorteio.

Chuva de máquinas

Reprodução

Um fato bastante inusitado ocorreu em uma comunidade da zona rural de Picos. Segundo relatos de moradores, o ex-prefeito Gil Paraibano enviou algumas máquinas de sua propriedade para recuperar alguns trechos da estrada vicinal que dá acesso à localidade. Ao tomar conhecimento da ação do empresário, a gestão municipal resolveu direcionar parte da sua patrulha mecanizada para executar a obra, mas quando o maquinário oficial chegou ao local, o serviço já havia sido concluído.

Grande cartada

Reprodução

O vereador Hugo Victor (MDB) pode ter conseguido um feito inédito na história da política picoense. O parlamentar anunciou o apoio de três integrantes históricos do Partido dos Trabalhadores. Declararam votos ao emedebista, o histórico Carlos Augusto “o Carlão do PT”, o servidor público Clédson Almondes e o microempresário, Nilton Cesar.

Nunca antes

Foto: Reprodução

Se não me falha a memória, como diria o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, nunca antes na história desse ParTido um militante havia declarado voto a um candidato que não pertencesse à legenda, a não ser que a sigla não tivesse um nome na disputa do pleito. Resta saber onde foi parar a tal fidelidade partidária. Ou será se trechos da música ‘Tudo Passará’, do cantor Nelson Ned, foi incorporado ao estatuto do ParTido?

Avaliado

O pré-candidato a prefeito de Picos, o advogado Glauber Silva (PDT), tem recebido bastante atenção do partido no seu projeto de pré-candidatura ao Palácio Coelho Rodrigues. Recentemente, o presidente nacional da legenda, Carlos Lupy, enviou um vídeo pedindo apoio dos picoenses para o advogado. Pelo visto, os pedetistas têm planos futuros para o jovem político.

Barco lotado

Reprodução

Em Sussuapara o barco do pré-candidato a prefeito Naerton Moura (Progressistas), está transbordando. O último a conseguir um lugar na embarcação foi o vereador José Edvardo “o Zé de Valdim”, que passou a dar sustentação à gestão do prefeito Pé Trocado, e de quebra, garantiu voto da candidatura governista. Agora oito, dos noves parlamentares do município, integram a base aliada. A pergunta que fica é a seguinte: terá coletes salva-vidas para todo mundo?

Acuado

Em Dom Expedito Lopes, a ideia da oposição é acuar o atual prefeito, Valmir Barbosa. O grupo é oposicionista é grande, resta saber se terão condições de encurralar o gestor, eleitoralmente falando. Só o as unas dirá. Lá, o blocão respira otimismo.