O procurador do Detran-PI, Acyr Lago, avalia o reflexo das mudanças que serão implementadas caso seja aprovado o projeto de lei que muda trechos do Código Brasileiro de Trânsito. No que se refere ao transporte de crianças, ele considera preocupante as possíveis alterações.

“A cadeirinha não vai ser retirada do Código, mas a multa que é aplicada à pessoa que transporta uma criança fora da cadeirinha. Isso preocupa não só o Detran-PI, mas todo o sistema de trânsito do país, no sentido de que o transporte de crianças menores de 7 anos é uma das prioridades na segurança”, disse Lago em entrevista ao Notícia da Manhã, desta quarta-feira (06).

O procurador do Detran-PI frisa que a maioria das propostas de mudança retiram obrigações e implicam também na redução da arredacação do órgão.

“Retira o credenciamento das clínicas, o exame toxicológico, a multa para quem transportar criança sem cadeirinha. As mudanças são de retirar o que já tem. Então, se o projeto passar haverá muita dificuldade de colocação das mudanças em práticas. Se retira multa do sistema, vai acarretar na redução da arrecadação. Se prolonga a validade da CNH também reflete na renda do departamento”, disse Acyr Lago.

O PL traz ainda mudanças em relação a suspensão do direito de dirigir, uso da luz diurna, bicicletas motorizadas, documentos digitais entre outras.

Cidade Verde