Início Destaque Panorama: Sucessão do Padre Walmir começa a dividir base aliada

Panorama: Sucessão do Padre Walmir começa a dividir base aliada

Foto: Cidade Verde

Novidade

Segundo alguns curiosos, em breve será criada uma nova igreja em Picos, que trará como lema: Pai, Mãe e Filhos pertos. Dizem que esperam apenas a autorização das instâncias superiores da denominação para poder dar início aos cultos e peregrinações.  

Imagem Ilustrativa

Foi lançado

O deputado Severo Eulálio (MDB) lançou o nome do seu colega de partido, o vereador Hugo Victor, para a sucessão do prefeito Padre Walmir. Se não me falha a memória, essa mesma estratégia foi montada em outras eleições anos atrás, às vésperas da convenção partidária, a legenda substituiu o nome apresentado para concorrer o pleito por um terceiro.

Barco cheio

Com a aposta do deputado Severo Eulálio no nome do vereador Hugo Victor para concorrer ao Palácio Coelho Rodrigues na eleição do próximo ano, o parlamentar é o quarto nome da base governista na disputa. Mas pelo visto não será muito fácil convencer o prefeito Padre Walmir Lima de sua aposta para a peleja eleitoral.

Porta aberta  

O governador Wellington Dias (PT) convidou o deputado Nerinho (PTB), para com seus seguidores, se filiarem ao Partido dos Trabalhadores. Essa notícia não agradou os petistas de Picos, que temem terem seu espaço no governo reduzido a 0,0.

Angu à vista   

Um petista considerado xiita, se é que ainda existe essa categoria na militância da sigla, disse que caso o deputado Nerinho aceite o convite do governador e se filie com seus seguidores ao PT, Wellington Dias terá que requisitar a Força Nacional de Segurança para a solenidade de filiação, porque o local do evento se transformará “na rua do meio”. Se é assim, o pau vai quebrar.

Cadeiras vazias

Na sessão desta quinta-feira (14), um fato bastante curioso foi registrado no parlamento picoense. O presidente da Casa, Hugo Victor, deu início aos trabalhos, mas precisou se retirar e passou as atividades para o seu vice, Afonsinho, que se revezava na condução dos trabalhos com os demais integrantes da Mesa Diretora. Dado um certo momento, não se sabe o que aconteceu, mas a mesa ficou vazia.

Pode isso, Arnaldo?

Ao presenciar a cena, um assistente perguntou ao colunista se a sessão poderia ocorrer sem a presença de um integrante da Mesa Diretora. Segundo o regimento da casa, não, mas como em Picos tudo pode, é melhor consultar o Arnaldo Cesar Coelho.

Sem grana

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE) determinou o bloqueio das contas de 15 prefeituras piauienses. Da região de Picos, figura na lista o município de Bocaina. A cidade é administrada pelo médico ortopedista Erivelto Barros, que parece não ser muito bom de matemática.

Foto: José Maria de Barros

Estrela Solitária

A vereadora Dalva Mocó (PTB) lembrou à coluna que esteve presente no corredor da folia prestigiando o Carnaval picoense. A coluna havia informado que os petebistas não tinham curtido a festa carnavalesca no meio da pipoca. Mas a parlamentar, com o seu grupo, prestigiou o carnaval.

Deu tchau

O prefeito de Francisco Santos, o médico Luís José, se desfilou do Partido dos Trabalhadores. Na eleição do ano passado o prefeito rompeu com o então candidato a governador, Wellington Dias (PT), e declarou apoio ao tucano Luciano Nunes. Segundo o petista do vizinho município, Luís José não foi catequizado na agremiação e nunca teve uma boa relação com a direção do partido. Luís José se filou ao PSD dos deputados Júlio Cesar e Georgiano Neto.

Foto: Edson Costa

Novo trator

O deputado estadual Georgiano Neto (PSD) expandiu sua atuação para os quatros cantos do estado. Além de possuir um grande reduto eleitoral na capital, o parlamentar tem estado presente em quase todos os rincões do Piauí. Recentemente o parlamentar filou em seu partido várias lideranças políticas de importantes regiões do estado. Parece que o ex-governador Wilson Martins (PSB) perdeu o posto de trator para o jovem deputado.

Foto: Cidades na Net