Início Destaque Oposição a Padre Walmir se reúne e traça estratégias para enfrentar o...

Oposição a Padre Walmir se reúne e traça estratégias para enfrentar o candidato governista na eleição do próximo ano

Encontro aconteceu nesta sexta (22) Fotos: Assis Santos

Faltando mais de um ano para as convenções partidárias, de acordo com a legislação vigente, agremiações partidárias que fazem oposição ao governo do prefeito de Picos, Padre Walmir Lima (PT), começaram a se articular para lançar a chapa que irá enfrentar a candidatura palaciana.

Com esse objetivo, um almoço regado a muitas críticas à gestão petista, aconteceu nesta sexta-feira (22) no restaurante do Picos Hotel. O encontro foi articulado pelo vereador Francisco das Chagas Sousa, o Chaguinha (PTB), e contou com a presença de políticos, empresários e profissionais liberais. De acordo com o petebista, de início, a discussão se dará em torno dos problemas da cidade. “Estamos aqui para discutir os problemas e apresentar soluções para eles. É claro que com isso também vamos fazer o debate político”, declarou.

Vereador Chaguinha

O empresário Júnior Nobre (PSC) demostrou alegria em ter sido convidado para o evento, mas ressaltou a importância de apresentar uma nova proposta ao povo picoense. “Todos aqui estamos pensando no bem de Picos e precisamos adotar uma nova forma de fazer política onde o povo possa participar”, pontuou.

Júnior Nobre

Ex-secretário de Meio Ambiente na gestão do petista, o advogado Glauber Silva (PCdoB), classifica o mandatário como perseguidor. “Como todos sabem, fiz parte da primeira administração do atual prefeito e dentro das limitações, fiz o possível, mas tão logo passei a não concordar com algumas práticas e começaram a me tratar de forma diferente. E agora mais recente me desliguei do PCdoB, passei a ser perseguido, a ordem é ‘foi ligado a Glauber, é rua’”, desabafou.

Glauber Silva

Outro que também governou com o Padre Walmir, na pasta de Obras, foi Gutemberg Rocha (PSDB), ele criticou o modelo de gestão de seu ex-chefe. “É praticamente impossível desenvolver um bom trabalho quando se tem uma pessoa limitada à frente da gestão”, afirmou.

Gutemberg Rocha

O deputado Nerinho exaltou a heterogeneidade do grupo e demonstrou confiança nas lideranças presentes. “Em primeiro lugar vale ressaltar que é um grupo heterogêneo e nele temos dois ex-prefeitos que conduziram por exatas duas décadas os destinos desse município, então experiência não vai faltar”, lembrou.

Deputado Nerinho

O ex-prefeito Gil Paraibano (Progressistas) agradeceu o convite e elencou os inúmeros prejuízos que, segundo ele, a cidade vem tendo por falta de planejamento na administração. “É uma pena cidades como Oeiras e Floriano, por exemplo, avançarem em diversas áreas como saúde, educação, mobilidade urbana, e Picos ficando para trás”, ressaltou Paraibano.

Gil Paraibano também esteve presente

O atual vice-prefeito, Edilson Carvalho (PTB), reconheceu a importância de a oposição começar a se articular visando o pleito vindouro e classificou a aliança feita na eleição passada como o maior erro em sua trajetória política. “Tenho certeza que erramos, mas acho que reconhecemos a tempo e com certeza vamos corrigir derrotando essa gente que está aí”, disse Carvalho.

Quem também se pronunciou foi o empresário Getúlio Carvalho, ele, inclusive, anunciou que não concorrerá a cargo eletivo no ano que vem. “Estou aqui para contribuir com o grupo, não seria candidato, porém estou disposto a me empenhar pelo nome que for apontado por esse grupo”, explicou o empresário.

Getúlio Carvalho

Quem fechou o momento de fala foi o ex-prefeito Zé Neri (PTB), que demostrando muita mágoa para com o prefeito, disse que o Padre Walmir carrega no peito o sentimento do ódio e rancor. “Esse prefeito nem para a igreja serve mais. Ele é na verdade um tirano perseguidor dos pobres, dos humildes, até mesmo a igreja da qual ele surgiu para a política já reconheceu isso”, argumentou José Neri.

José Neri

O romeiro ainda recorreu à bíblia sagrada para alfinetar mais ainda o prefeito, e disse que irá fazer como fez o profeta João Batista, que pregava que as pessoas precisavam se arrepender de seus pecados para serem perdoadas. Neri anunciou que sairá de comunidade em comunidade pedindo ao povo para pedir perdão por terem votado no Padre Walmir e denunciando o que ele definiu como desmandos.

Além destes, prestigiaram o encontro os suplentes de vereador Severino Luz (PDT), Pedro Pio (Progressistas); vereadores Dedé Monteiro (PSL), Dalva Mocó (PTB), Maté (PSL), Toinho de Chicá (Progressistas), Irmão Zé Luís (PTB); o empresário Zomim, o advogado Mark Neiva e o farmacêutico Danilo Guimarães.

Veja mais imagens