banner2

A Polícia Civil concluiu o inquérito da mãe presa por esfaquear os dois filhos dentro de casa em Demerval Lobão. Jacilene Maria de Macedo Pereira Bezerra foi indiciada por dupla tentativa de homicídio e solicitava a sua prisão preventiva.

Segundo o delegado Antônio Carvalho, do 16º Distrito Policial, o depoimento da suspeita permanece o mesmo depoimento dado na Central de Flagrantes de Teresina, em que ela relatou que o marido havia separado dela e acabou se revoltando contra as crianças.

Jacilene Maria foi presa no dia 4 de fevereiro após esfaquear os filhos, de um de 1 ano e 4 meses e outro de 2 anos e 7 meses. Segundo a polícia, a mãe usou um facão e deu sete golpes nos filhos. As crianças foram socorridas pelo próprio pai.

“Ouvimos alguns vizinhos e familiares, que confirmaram que a mãe tratava bem os filhos, mas às vezes ficava nervosa e xingava as pessoas. Cabe ao Ministério Público solicitar o retorno da suspeita ao distrito e solicitar novas diligências. Já a Justiça pode solicitar exame de sanidade mental dela, para constatar se ela teve um surto”, disse o delegado.

Jacilene permanece presa na Penitenciária Feminina de Teresina. O menino de 2 anos e 7 meses teve alta do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) semana passada. Já a menina passou por cirurgia laparotomia exploratória para tratar das lesões no fígado e intestino. Após o procedimento cirúrgico, ela foi levada para a UTI onde segue internada em estado grave, mas estável, respirando por aparelhos.

‘Ela sempre batia nos filhos’

A avó materna, Jovenilha Macêdo, revelou que a filha sempre batia nas crianças. “Não deixava eles brincarem aqui em casa. Meu neto vivia assombrado, porque quando chegava aqui ela já gritava com ele para ir pra casa. Estou revoltada com o que aconteceu, acabou com minha vida e com a dela”, declarou.

G1 Piauí

banner2