banner2

Na manhã desta quinta-feira (7) foi realizada uma reunião na sede da Associação dos Criadores de Ovinos e Caprinos de Picos (ASCOCAPI) para tratar de assuntos referentes ao Picos Fest Berro 2019, que de acordo com o secretário da instituição, Adalberon Gomes da Silva, esse ano o poder público, até o momento, não se posicionou se irá ajudar a custear em parte para realização do evento.

Segundo Adalberon, ficou definido com as instituições presentes na reunião que a parte social do evento, a ASCOCAPI vai manter. “Não sabemos definir hoje a forma de como será, se será em porcentagem de dinheiro em vendas de ingressos ou será em alimentos, porque estamos em negociação com o Governo do Estado, quem realiza é uma instituição, a ASCOCAPI e para a gente fazer esse formato, a gente precisa do apoio do governo, se nós não temos o apoio do governo, não podemos fazer com uma entrada de alimentos”, contou.

Adalberon conta que serão vendidos ingressos e que a organização está esperando um posicionamento do governo até o dia 12 de fevereiro para saber a decisão final, se vai ou não apoiar o evento. Ele reforça que o evento não será prejudicado e que os ingressos serão vendidos a preço popular.

“ Vai ser do dia 4 a 7 de abril, o local ainda está indefinido porque o Parque de Exposição, nós fizemos uma vistoria lá, ele não está com uma boa estrutura para receber o evento que a gente imagina, que será grande devido ao ano anterior, então a gente tem medo de superlotar o espaço do show, e aquela pessoa que quer ir não tenha o conforto e também tem a questão do conforto, então essa parte ainda está indefinida se é no Parque de Exposição ou outro local, logo vamos anunciar”, conta.

A presidente da APAE de Picos, Carmelita Araújo, contou que se não houver uma ajuda do Ppoder público para a realização do evento, não terá a distribuição de alimento e sim um kit que será vendido por 50,00 reais e é com esse dinheiro do kit que serão comprados os alimentos para fazer as doações para as instituições filantrópicas.

“Nós saímos daqui bastante preocupados porque sabemos que o Fest Berro é conhecido em todo Piauí e eu acho que o poder público deveria ajudar, porque são dez instituições, todas filantrópicas que precisam muito desses alimentos para que possamos dar continuidade a nossos trabalhos”, conta.

Maria Virlene de Sousa, representando do grupo Voluntários Por Amor, lamenta a falta de recursos e conta que com as doações do ano passado, o evento ajudou muitas famílias.

“ Tem a questão que ainda não sabemos se vamos ter ajuda dos poderes públicos, essa questão vai dificultar muito porque o ideal seria realmente se fosse os alimentos […] já vai para o sexto Fest Berro e já tem ajudado muito as instituições e pelo menos até a última edição, foi com arrecadação dos alimentos e esse ano corre o risco de não ser por falta de patrocínio das autoridades”, disse.

Vale ressaltar que no ano de 2018 foram entregues cerca de 25 toneladas de alimentos arrecadados mediante a troca ingressos dos shows ocorridos na V edição do Picos Fest Berro.

Esse ano as instituições beneficiadas serão: Abrigo dos idosos, Fundação Pelotão Mirim de Picos, APAE, Casa Aliança, Maçonaria Frei Caneca, Voluntários Por Amor, Centro de Estudos e Assistência Espiritual CEAE, Fazenda da Esperança de Picos e Oeiras.

Confira as entrevistas

Adalberon Gomes da Silva

Adalberon Gomes da Silva

Carmelita Araújo

Maria Virlene de Sousa

 

banner2