banner2

Ao chegar à Assembleia Legislativa para a posse dos deputados estaduais, nesta sexta-feira (1), o governador Wellington Dias (PT) defendeu a pluralidade na mesa diretora da Alepi e defendeu que são salutares as discussões na Casa.

Em entrevista, o governador comentou mudanças administrativas e informou que a reforma não está concluída. Ele adiantou que deverá encaminhá-la ainda neste mês para votação.

O governador esclareceu que os maiores pontos de mudança no Governo serão feitos na Segurança. Wellington declarou que a reforma fará um corte forte e significativo e a expectativa é que a economia seja de R$300 milhões durante o ano de 2019.

“Para que sejamos preparados para o ano de muita dificuldade, mas se melhorar a gente tem capacidade de investimento ampliada”, disse.
Dias anunciou que haverá cortes em locação de veículos, nos quadros, extraquadros e na contratação de serviços.

Wellington disse que, após a solenidade na Alepi, vai a Brasília acompanhar a posse da bancada federal. Dias anunciou que o deputado Francisco Limma será o líder do governo na Alepi e Júlio Arcoverde (PP), vice-líder.

Barragem
Wellington Dias informou que o Superior Tribunal de Justiça arquivou processo contra ele na denúncia da barragem de Algodões, em Cocais.

Fonte: Cidade verde

banner2