Início Destaque Chuvas alteram cronograma de obras das laterais da BR 316 em Picos

Chuvas alteram cronograma de obras das laterais da BR 316 em Picos

banner2

As obras das laterais da BR 316 no perímetro urbano de Picos estão paralisadas por conta das chuvas que têm caído na cidade. De acordo com o chefe de serviços do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) do Piauí em Picos, Elvo Marton Lima, o cronograma de todo o trabalho sofreu alteração e a data de conclusão é incerta. Essa obra está orçada em 11 milhões de reais e abrange 9,3 Km da rodovia.

“Infelizmente se a chuva ficar nessa intensidade, basta uma fração da chuva que a gente viu para atrapalhar tudo, e era o que a gente receava, mas nós vamos aproveitar os momentos de estiagem para poder executar aquilo que for possível, porém a gente já adianta logo, se houver precipitação pluviométrica como a gente tem visto, executar a obra no andamento que a gente desejava, vai ficar realmente um pouco dificultoso”, explicou.

Segundo o chefe de serviços, a previsão de término era para junho de 2019, porém com as atividades paralisadas, não é possível estimar em quanto tempo o trabalho irá se estender.

“A obra das vias laterais é uma rede e ainda que tivesse 99% feita e um ponto que não tivesse sido feito, se a saída, por exemplo, não tivesse sido feita, iria alagar do mesmo jeito, porque não teria por onde a água passar. Então como é uma rede com vários poços de visita, boca de lobo, só vai funcionar quando estiver totalmente feita, enquanto não estiver totalmente feita, nós vamos continuar com essa situação de obra em andamento”, acrescentou.

Elvo informou também que no trecho próximo ao DNIT onde, frequentemente, acumula muita água, será instalado um bueiro de forma transversal. “Será feito um ponto de coleta naquele local e lançar para os terrenos laterais situados às margens da rodovia para que a água possa ter o seu andamento natural. Começamos a fazer a escavação, começamos a proceder a abertura, só que naquele ponto, infelizmente, não deu tempo, parece que a chuva resolveu vir antes do esperado”.

Elvo fala ainda sobre alguns trechos que já foram reparados e caso o trabalho não tivesse sido concluído, haveriam muitas inundações, sobretudo na região conhecida como Cain’água, localizado na zona leste da cidade, que recebeu um bueiro triplo de 1,5 metros de diâmetro.

“Ainda bem que deu tempo a gente executar o bueiro triplo, quem for no local vai ver ele funcionando, se não tivesse sido feito esse bueiro triplo, aquela localidade estaria debaixo de água, mas graças a Deus a gente conseguiu fazer a tempo”.

A obra contemplada com recursos federais está orçada em R$ 11.253.717,16. A ordem de serviço foi assinada em novembro de 2017.

As obras não foram retomadas essa semana (Foto: Daniela Meneses)
(Foto: Daniela Meneses)

CONFIRA A ENTREVISTA COM ELVO MARTON

banner2