banner2

O agricultor do município de Picos não irá receber o Garantia Safra do Plano Safra 2016/2017. Após análises dos técnicos, foi constatado que não houve perda superior a 50%, que é o percentual que dá direito aos agricultores que aderiram receber o Garantia Safra.

O vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Picos, Francisco Pereira de Sousa, o Tito, conta que os boletos deste ano (2018) ainda não foram entregues, e que já foram lançados os nomes no sistema e que o conselho vai se reunir e fazer a homologação dos nomes e conseguintemente fazer a entrega dos boletos do Garantia Safra correspondente ao Plano Safra 2017/2018.

“Mas com relação a pagamento não existe, porque não vai ter, esse boleto que vai ser entregue agora e para essa próxima safra que será plantada agora, a partir de janeiro”, disse.

Tito conta que o objetivo do Programa Garantia Safra é a segurar o trabalhado rural e o agricultor familiar, para que caso não haja chuvas suficientes para colher sua safra, o agricultor tem esse seguro, se constatado que o mesmo perdeu dentro do município sua safra superior a 50%, nesse caso o agricultor recebe uma gratificação. “É como um incentivo para suprir aquela perda do legume, da semente que você semeou”, resumiu.

CONFIRA A ENTREVISTA

FRANCISCO PEREIRA DE SOUSA

banner2