Psicóloga Graça Moura - Foto: Assis Santos
banner2

A Terapia de Casal trata-se de uma modalidade clínica de atendimento no qual seu objetivo é promover uma melhor qualidade de vida para os membros da união e na sua dinâmica conjugal, buscando contribuir com a resolução dos conflitos abrindo espaço para uma comunicação mais reflexiva e assertiva, compreendendo a expectativa de cada um e o que fazer para alinhá-las.

Sobre este assunto, o Grande Jornal do último sábado (01), recebeu a psicóloga Graça Moura. Para ela não existe casamento perfeito, pois são duas pessoas completamente diferentes que decidem juntar as vidas, e que, muitas vezes, o tempo de namoro não é suficiente para se conhecerem, pelo menos o suficiente para viverem de forma harmônica.

“O matrimonio é uma vocação, eu acredito nisso, sou cristã e aprendi a acreditar nas vocações. Eu penso que as vezes tem pessoas não vocacionadas entrando para esse matrimonio. Mas entendo também que mesmo vocacionados, podem encontrar dificuldades no convívio do dia a dia, e quando isso acontece, eu acho que ambos devem buscar ajuda se não conseguirem eles próprio se entenderem, porque diálogo é caminho viável para resolver conflitos mas as vezes as pessoas se fecham”, disse Graça.

Segundo a profissional do comportamento humano, quatro grandes motivações tem mantido relacionamentos quando culminam no fim do amor: conveniência social, patrimônio, religião e os filhos.

Confira a entrevista na íntegra: Graça Moura

banner2