banner2

A Vigilância Sanitária realizou uma fiscalização no Açougue Público Municipal de Picos, nesta terça-feira (27), e constatou inúmeras irregularidades, dentre elas falta de higiene e comprometimento da estrutura. Segundo a coordenadora da Vigilância Sanitária do município, Lúcia Neiva, a situação é precária.

“No momento a Vigilância Sanitária condenou, eles não tem licença, eles estão em uma situação muito precária, inadmissível. Nós estamos esperando uma reforma por parte da secretaria de Obras para que passe a funcionar, pelo menos em condições que as pessoas, possam comprar seus produtos sem riscos a sua saúde”, relatou a coordenadora.

Lucia Neiva disse ainda que durante a fiscalização, muitos problemas foram encontrados. “Os boxes não estão adequados, os banheiros estão muito acabados, precisa fazer uma higienização, uma dedetização. Vai precisar ajeitar o esgotamento sanitário que lá não tem, e também precisamos que os usuários e os permissionários porque eles é quem usam lá, então eles são responsáveis pela limpeza”, concluiu.

A solução para o problema seria a construção do Mercado do Produtor rural, obra iniciada em 2012 e que há mais de seis meses está paralisada. Ela foi orçada em R$ 4.008.348,88 e conta com dois prédios e 67 boxes.

Nós fomos até a Secretaria de Obras do município, par tentar colher alguns esclarecimentos por parte dos gestores e mais uma vez não fomos recebidos.

A comercialização de carnes e verduras no Açougue Publico Municipal de Picos, continua a ser feita mesmo após a fiscalização e condenação da Vigilância Sanitária no local.

Naldo Pereira

Correspondente Meio Norte em Picos

 

 

banner2