banner2

O adolescente de iniciais R.P.S., de 16 anos, que ateou fogo na própria mãe, Claudinete Pereira da Silva, e em seu padrasto, Antônio Rodrigues da Silva, no município de Assunção do Piauí na madrugada da última quarta-feira (21), teve sua internação provisória determinada pela justiça nesta sexta-feira.

Segundo o boletim do Hospital de Urgência de Teresina( HUT) o homem teve 80% do corpo queimado e a mulher 35%. A unidade de saúde informou que o quadro dos dois é grave mas estável.

O garoto encontra-se apreendido, mas por questão de segurança não foi informado o local. Este foi o primeiro ato infracional cometido pelo menor.

Meio Norte

banner2