Início Destaque Rodoviária de Picos receberá elevador para cadeirantes

Rodoviária de Picos receberá elevador para cadeirantes

Rodoviária de Picos passa por reformas há dois anos (Foto: Daniela Meneses)
banner2

As obras de reforma do Terminal Rodoviário Zuza Baldoíno tiveram início em abril de 2016 e têm projeção de término para março de 2019. As alterações da unidade estavam orçadas em 2.100.000,00 (dois milhões e cem mil reais), mas de acordo com o coordenador de manutenções da Sinart –empresa gestora do terminal-,  Celso da Costa, até o final dos trabalhos, esse valor pode chegar a um acréscimo de 50% a 100%.

Dentre as modificações que a rodoviária irá receber, está a construção de uma plataforma elevatória que dará acesso ao piso superior do prédio, a medida tem como objetivo dar acessibilidade a pessoas com mobilidade reduzida.

Coordenador de manutenções da Sinart, Celso da Costa

“Hoje o cadeirante que precisar comprar passagem, ele tem essa dificuldade de acesso ao primeiro piso por conta da escada, não existe um acesso para ele, a gente já contratou a empresa, já fez a torre da plataforma a ser instalada e já solicitei a vinda da plataforma, como isso tem um processo burocrático,  apesar de ter sido comprada e paga, então a nossa previsão de estar recebendo é dia 25 de novembro e após a entrega, eles nos dão um prazo de 15 a 30 dias para a instalação, então eu acredito que até meados  de 15 de dezembro a gente já deve estar com a plataforma elevatória montada e em funcionamento”, explicou Celso da Costa.

O diretor da estação de ônibus em Picos, Sizinho Portela, classificou como satisfatória as alterações que estão sendo feitas pela empresa gestora do Zuza Baldoíno.

Diretor da rodoviária de Picos, Sizinho Portela

“Hoje o que nós ouvimos no dia a dia são elogios da parte dos usuários, que a um ano, dois anos atrás era só críticas, a rodoviária estava completamente caótica e hoje nós estamos, aos poucos, chegando a ter um terminal a altura que Picos precisa, então nós tivemos um grande avanço, vai melhor muito mais ainda no final de toda essa reforma”, definiu.

O que já foi feito

Com mais de dois de início das alterações no terminal, a Sinart já concluiu a reforma de banheiros, a reforma da escada central da rodoviária, a revitalização da fachada do prédio e a pavimentação da área de embarque e desembarque.

O que há por fazer

As intervenções nas ruas de acesso a rodoviária já estão em execução, está sendo concluído o depósito de lixo no espaço, que deve ser entregue em dez dias. O local deverá receber ainda um sistema de monitoramento de câmeras de segurança; está sendo projetada também a troca do piso de todo prédio, além da pintura das paredes internas e externas. Os guichês também passarão por modificações.

Existe também um projeto de automação de iluminação, que é um sistema de iluminação inteligente que se adequa à necessidade de iluminação necessária do espaço e tem como vantagem a redução de custos, ela é benéfica para garantir que determinadas luzes só sejam acionadas quando escurecer ou quando for detectado movimento.

banner2