banner2

O derrame de santinhos de candidatos lideraram os crimes eleitorais no Piauí. Em 15 cidades no interior do estado houve flagrante, entre estes, filas em postos de combustíveis para abastecer motos e veículos, boca de urna e até apreensão de medicamentos.

O procurador eleitoral, Patrício Noé da Fonseca, afirma que todos os casos serão investigados.

“O que for crime vai ser investigado pela Polícia Federal. Se houver alguma autoridade com foro envolvida, a apuração ocorrerá sobre a condição do TRE ou do juiz da zona onde o fato teria acontecido”, destacou.

Ele avaliou a eleição como tranquila.

“Apesar dessas ocorrências pontuais, temos uma avaliação positiva. Tivemos um aparato de segurança muito grande, inclusive com a requisição de tropas federais. O Piauí foi o Estado que mais recebeu reforço de tropas federais. Na maioria dos municípios a apuração foi tranquila”, disse.

Patrício Noé frisa que o chamado derramamento de santinho será investigado.

“Teve uma candidata chamada Dr. MARINA (PTC) que tinha santinho apenas dela em uma escola na zona Leste de Teresina. Os garis retiraram sacos de santinhos dela. Quando o pessoal do MP chegou, os garis se recusaram a dizer quem orientou para retirar os santinhos, mas o flagrante foi feito”, citou o procurador eleitoral.

CONFIRA O BALANÇO ATUALIZADO

Parnaíba: voô da madrugada; derramento de santinhos nos locais de votação;

Barras: apreensão de santinhos e R$ 4 mil;

Piripiri: TCO pelo crime previsto no art. 323 do Código Eleitoral- eleitor flagrado com vários santinhos constando que o número 13 para presidente era voto no Lula;

Bom Jesus: derrame de santinhos de candidata a deputada federal;

São João do Piauí: filas nos postos de combustíveis para abastecer motos e veículos;

Pio IX: derramamento de santinhos;

Palmeirais: santinhos. Vereador foi notificado na promotoria por mandar jogar santinhos em frente às seções. Secretária da seção foi denunciada por “cantar voto”;

Altos: um preso por boca de urna. Eleitor preso em flagrante por propaganda eleitoral irregular após entregar um santinho de um candidato a deputado estadual para o promotor eleitoral do município, Paulo Rubens Parente Rebouças; derramamento de santinhos em dois locais de votação;

Esperantina e Morro do Chapéu: apreendidos R$ 12.978, medicamentos e santinhos;

Água Branca: busca na casa de vereador. Três pessoas com dinheiro, santinhos e R$ 50 mil; apreensão de R$ 36 mil e 800 santinhos; duas buscas e apreensões; três prisões pelo art. 299 do código eleitoral;

Itainópolis: distribuição de santinhos com identificaçãos dos autores;

Itaueira/ Rio Grande: apreensão de carro de vereador com material de campanha e condução de um suplente de vereador por suposta boca de urna e transporte irregular;

São Raimundo Nonato: autuação em flagrante por boca de urna dentro do colégio de votação. O preso não votava no local onde foi detido.

banner2