banner2

Uma verdadeira Operação está sendo preparada para transferência da ursa Marsha que será levada hoje (21) para o Santuário Ecológico Rancho dos Gnomos, situado entre São Paulo e Minas Gerais. Luísa Mell, que desenvolve trabalho em defesa dos animais, está vindo pessoalmente ao Piauí acompanhar a transferência. A repórter da Rede Meio Norte, Cinthia Lages, está companhando o caso.

Além de Luísa, embarcaram também no avião da Força Aérea Brasileira (FAB) a presidente da Confederação de Proteção Animal (CBPA), Carolina Mourão, e a atriz Alexia Dechamps, comnhecida por defender direitos dos animais. As três devem acompanhar de perto o processo de transferência, previsto para durar até três dias.

Durante toda esta quinta-feira (20), a ursa Marsha ficou em um recinto fechado. É parte do procedimento recomendado por especialistas antes da mudança. A ursa permanece no local até a chegada dos especialistas. Ela pesa entre 120 e 150kg e sem nenhum uso de anestésico, os técnicos terão que conseguir que ela entre na jaula específica para ser transportada até o Aeroporto Petrônio Portela.

Existe também um plano B, que seria anestesiar a Marsha, o que não é preferência dos especialistas responsáveis pela transferência. A precaução ocorre por se tratar de um animal com idade avançada. Em 2011, quando foi apreendida em uma Operação após denúncia feita ao Ibama, ela tinha cerca de 25 anos. Marsha come cerca de 10kg de frutas por dia, que é a alimentação normal, hoje reduzida também em razão do processo de transferência.

O animal se refresca com água do aspersor e consegue amenizar o calor. Aliás, a temperatura elevada da capital piauiense foi a principal motivação da campanha nacional que resultou em decisão da Justiça determinando a transferência.

Nas redes sociais também tem página da Marsha e ganhou a adesão de muitas defensoras dos direitos dos animais, dentre elas Luísa Mell. No Instagram Stories, a ativista fez um verdadeiro desabafo e ressaltou a importância da transferência do animal.

“Ela ficou conhecida como a ursa mais triste do mundo! Está literalmente morrendo de calor no Piauí(ontem lá fez 45 graus celsius) Depois se 20 anos explorada em circo, onde vivia em uma jaula minúscula, sob constantes maus tratos, ela foi transferida para um zoológico no Piauí! Imaginem uma ursa parda siberiana, com pelagem própria para aguentar o frio do Canadá, sob o sol escaldante doPiauí! Ela entrou em depressão profunda e as imagens de sua tristeza comoveram o país! Depois de mais um ano e meio de luta judicial, abaixo assinados, acordos políticos… finalmente conseguimos a libertação daMarsha e sua transferência para um Santuário! O @institutoluisamell construiu o Recinto no Rancho dos gnomos para recebe-la. Estamos embarcando agora para o Piauí nesta linda missão! Esta é uma conquista histórica! Só foi possível graças a união de muitas pessoas, ongs, poder público… meus agradecimentos para @caroldosanimais @ranchodosgnomos @alexiadechamps[..] a força aérea brasileira e claro cada um de vcs que divulgou, assinou, compartilhou e que ajuda o @institutoluisamell (graças a vcs conseguimos construir o recinto provisório e tenho certeza que vms conseguir melhorá-lo!)”, disse Luisa Mell.

Meio Norte

banner2