A professora Ana Maria de Araújo Batista

Durante o movimento grevista dos profissionais em educação do Estado do Piauí, a professora Ana Maria Batista criou um poema para retratar as ações da categoria.

Confira o texto completo criado pela educadora:

 “O professor e a luta”

Professor entre na luta

Não tema a tirania

Eles agem sem critérios

Usando da covardia

Unidos seremos fortes

Encontraremos um norte

E fartura em novos dias!

 

Não se deixe abater

Pelo medo ou o cansaço

Pois precisamos conter

Todo esse embaraço

Políticos do Piauí

Respeitem o povo daqui

Ou vão perder o espaço!

 

Esses canalhas não entendem

A força do professor

E pensam que podem agir

Com todo esse despudor

Sem sofrer as consequências

Povo, ajamos com decência

Contra o explorador!

 

Professor não se acomode

Vem fortificar a luta

Cruzar braços não resolve

Se envolva na labuta

Agir bem traz resultado

Escuta o nosso chamado

Revitalize a conduta!

 

O professor que se cala

Ante a situação

Acaba por apoiar

O grupo da corrupção

Siga nosso itinerário

Lute pelo seu salário

E uma melhor condição!

 

A nossa luta não para

Mesmo sendo desigual

Eles têm a seu favor

O X governamental

Mas nós temos a prudência

A força da competência

Execremos esse mal!

 

Não podemos recuar

O governo é desumano

Deputados igualmente

Acham que são soberanos

Respeitem o professor

Enxerguem nosso valor

Fora todos os tiranos!

Três de outubro vem aí

Façamos a nossa ação

Contrária a esse governo

E a corja da ambição

Joguemos eles pra fora

Sair do poder agora

Sem ganhar a eleição!

 

Nossa luta continua

Mesmo que seja sofrida

Sintamo-nos responsáveis

A participar da lida

Sejamos fortes valentes

Juntos sempre combatentes

Por qualidade de vida!

 

Com os direitos violados

Não dá pra se conformar

Reforço que a nossa causa

É p’ra vida melhorar

Fé e determinação

Vamos juntos em proação

Os tiranos derrubar!

 

Autoria: professora Ana Maria de Araújo Batista