banner2

O Grupo de Estudos sobre Abelhas do Semiárido Piauiense (Geaspi), lançou recentemente o livro “Pesquisas e Ações do Grupo de Estudos sobre Abelhas do Semiárido Piauiense”. O trabalho, de organização da Prof. Dra. Juliana do Nascimento Bendini e do Prof. Me. Gardner de Andrade Arrais, traz uma coletânea de pesquisas científicas voltadas para a área de apicultura e meliponicultura da Universidade Federal do Piauí, campus de Picos. A primeira edição, que está disponível nas plataformas digitais, em breve terá sua versão impressa colocada à venda.

De acordo com a Dra. Juliana Bendini, diante da qualidade dos trabalhos desenvolvidos surgiu a ideia de idealizar a primeira edição. Segundo ela, o Geaspi atualmente conta com cerca de quinze alunos entre acadêmicos de Biologia e Licenciatura em Educação do Campo, envolvidos em atividades de pesquisa e educação ambiental.

Juliana Bendini – Foto: Fabrício Sousa

A publicação tem por objetivo divulgar os resultados de pesquisa e extensão, no sentido de subsidiar as ações de pesquisadores e apicultores inseridos no referido ecossistema.

A coletânea compõe das seguintes pesquisas: De flor em flor: um pouco da história do Grupo de Estudos sobre Abelhas do Semiárido Piauiense (GEASPI); Apicultura no semiárido: perspectivas e desafios; Sanidade de enxames de abelhas africanizadas (Apis Mellifera L.) durante o período seco do semiárido piauiense; Abelhas (Apis mellifera L.) versus Nim (Azadirachta indica A. Juss.); Caracterização físico-química do mel produzido no semiárido piauiense; Produção e caracterização do hidromel produzido a partir de méis do semiárido piauiense; e Acidentes com abelhas africanizadas na região de Picos, Piauí.

Link para download!

banner2