Início Destaque Rejane Dias retorna à Câmara Federal dia 03 e avalia gestão na...

Rejane Dias retorna à Câmara Federal dia 03 e avalia gestão na Educação

Rejane Dias é ex-secretária de Educação do Piauí

A secretária de Educação, Rejane Dias, esteve no programa Noticia da Manhã nesta segunda-feira(26) e afirmou que retornará a Câmara Federal no dia 03 de abril para retomar seu mandato de deputada federal, no qual é pré-candidata à reeleição. Helder Jacobina deve assumir a pasta interinamente.

Sobre a sua pasta, a gestora avaliou os avanços alcançados nestes quase quatro anos a frente da Educação no Piauí. “É uma semana de avaliação e prestação de contas desses três anos e meio, mas no meu caso vou deixar a secretaria, nossa equipe, com bons resultados. Do ponto de vista dos indicadores em Educação, como no Ideb que está entre os quatro Estados que conseguiram a meta; da inclusão dos nossos alunos da rede estadual no Enem vamos chegar na casa de mais de 10 mil alunos no Ensino Superior, pelo Enem, da própria UAPI (Universidade Aberta do Piauí) e que tem sido um sucesso com três mil vagas só em 2017. A meta é universalizar o ensino superior até o final do ano”, destaca a secretária de Educação.

Segundo Rejane Dias, uma evolução foi a contratação de técnicos administrativos para as escolas de forma a ajudarem na prestação de contas, já que quando assumiu, mais de 40% estavam inadimplentes, sem receber recursos do governo federal e não havia mais programas como “Mais Educação” por falta da prestação de contas.

“Nós adotamos o modelo do Ceará, hoje nas escolas temos o técnico administrativo, que são pessoas preparadas, formadas em contabilidade e administração, e contratadas só para cuidar da prestação de contas para não perder os programas que são tão importantes para o desenvolvimento da educação”, afirma a gestora.

Rejane Dias informou ainda que 1.700 professores do concurso público, realizado em 2014, foram efetivados nos últimos anos. Sendo que os últimos 300 tomaram posse em substituição aos aposentados e falecidos para que Estado não ultrapasse a Lei de Responsabilidade Fiscal.

“Neste momento não há previsão de se fazer novo concurso por conta das dificuldades e essa crise financeira que está abatendo estados e municípios”, finaliza a secretária de Educação.

Cidade Verde