Início Destaque Número de demissões no comércio de Picos teve aumento de 10% em...

Número de demissões no comércio de Picos teve aumento de 10% em 2017

banner2

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio e Serviços de Picos, Marcos Holanda, fala que no ano de 2017, o número de demissões no comércio Picoense chegou a 10%, equivalente a 938 pessoas demitidas no ano. As expectativas criadas pelo sindicato, é que o mercado de Picos venha melhorar nos próximos meses, para que os empresários possam contratar mais pessoas, diminuído assim, o índice de desemprego da população Picoense.

Presidente do Sintracs, Marcos Holanda – Foto: Reprodução da Internet

“É muita gente demitida, é muita gente sem trabalho. As empresas não suportam, as empresas também estão em crise, nós estamos em crise. Nós esperamos que com a abertura do shopping novo, pelo menos a contratação de 100 funcionários ou mais”, completou.

REAJUSTE SALARIAL DO COMÉRCIO

O reajuste salarial no ano de 2018 foi de 4% para o setor do comércio chegando à R$1.055,00, já as demais categorias tiveram um aumento mais relevante, funcionários de supermercado passaram a receber R$1.089,00 e os de farmácia R$1.130,00 em fevereiro deste ano.

“O salário comercial ele é maior do que o mínimo nacional. É claro que as convenções estão cada vez mais difícil, por conta da conjuntura que nós estamos vivendo, uma conjuntura de desemprego, de baixa na economia. Então há uma grande dificuldade no setor empresarial para as contratações”, disse.

Na visão do presidente do Sintracs, a reforma trabalhista não parece ser uma boa alternativa para os empresários, pois mesmo que as empresas queiram contratar um trabalhador intermitente, é necessário que seja registrado a carteira e as horas trabalhadas.

“Isso não gera para a empresa, na minha visão, nada de muita vantagem, não sei para as grandes indústrias, as férias continuam as mesmas, só que pode pagar em três vezes, desde que esteja em convenção coletiva”, disse.

Confira o áudio :

Marcos Holanda

banner2