Firmino Filho - Foto: Reprodução
banner2

O PSDB do Piauí vai entrar 2018 com a ideia fixa de lançar um candidato a governador nas eleições de outubro. O nome dos sonhos do partido é o prefeito de Teresina, Firmino Filho. Mas, se o chefe do Executivo municipal não aceitar a missão, outras alternativas serão analisadas.

“Ele (Firmino) é um nome que agrega as oposições, se ele não aceitar o partido irá apresentar outros nomes, mas sempre em consenso com os outros partidos que fazem parte das oposições, sempre com o objetivo de apresentar um candidato que tenha projeto de gestão eficiente para o nosso estado”, afirma o presidente da Executiva estadual, deputado Firmino Paulo.

Além da candidatura majoritária, os tucanos também querem chegar à Câmara Federal. “O desafio do PSDB em 2018 é apresentar uma candidatura majoritária, apresentar candidatos proporcionais fortes para a candidatura de deputado federal e candidatura de deputado estadual, levando a mensagem do estado do Piauí da social democracia brasileira e também a mensagem do candidato a presidente nosso partido”, declarou.

O partido ainda luta para vencer um dos seus principais obstáculos, que é a consolidação no interior do Piauí. “Sobre a questão do interior esse trabalho vem sendo feito ao longo dos anos, o partido vem enfrentando vários anos a oposição e sempre estamos buscando levar a mensagem do PSDB ao interior do estado. Fizemos uma reconstrução do partido no interior, colocando pessoas que tem compromisso com o partido. Foram formalizados novas comissões provisórias e novos diretórios. Todas essas comissões e diretórios passam pelo Executivo estadual do partido para dar uma maior fidelidade partidária no interior do estado”, ressalta o presidente do PSDB.

Segundo Firmino Paulo, o envolvimento de nomes do PSDB em escândalos nacionais não deve afetar a legenda no Estado em 2018. “O partido sempre teve uma postura de ética e compromisso com o povo brasileiro. No momento em que surge denúncias ou abertura de inquérito contra qualquer membro do partido, eles são afastados até que essas denúncias possam ser apuradas, ao contrário do que ocorre em outras legendas. Isso de forma nenhuma atrapalha o crescimento do partido no nosso estado visto que o partido age com transparência diante dos fatos apresentados”, declara.

Para 2018, Firmino Paulo prevê o sentimento de mudança dos eleitores diante da crise política nacional. “Esse sentimento será muito forte nas urnas em 2018, principalmente na disputa dos cargos executivos”, finalizou.

Cidade Verde

banner2