Raimundo Nonato e Pâmela Bezerra - Foto: Assis Santos
banner2

O Conselho Tutelar de Picos divulgou na ultima semana, as estatísticas referentes aos atendimentos durante o ano de 2017. De acordo com o presidente do órgão, Raimundo Nonato de Oliveira, houve um aumento de mais de 50% no número de casos registrados.

No ano de 2016 o conselho Tutelar de Picos atendeu 232 casos. Já durante o ano de 2017, o numero já chega a 510. Dentre as denúncias de maior incidência estão abandono, exploração e abuso sexual, agressão psicológica e exploração de trabalho infantil.

De acordo com a conselheira Pâmela Bezerra, na maioria dos casos envolvem famílias desestruturadas. “A condição já começa pela família e continua no círculo onde mora e a condição social. Fazemos o acompanhamento do adolescente e da sua família juntamente com outros órgãos como o CREA, Ministério Público e psicólogo. O acompanhamento é familiar, não é só do adolescente ou só da criança”, explicou a conselheira.

ENTREVISTA: Conselho Tutelar

banner2