banner2

Um projeto do deputado estadual Antônio Félix quer substituir, no Brasão das Armas do Piauí, a expressão em latim “Impavidum Ferient Ruinae” pela frase “O desafio não nos amedronta”, sua tradução mais conhecida em português. A proposta foi lida no plenário da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (13).

Félix justifica que a expressão em latim também é traduzida como “As ruínas feri-lo-ão impávido”, “Os corajosos não temem as desgraças” e “Os fortes jamais serão vencidos”. O deputado alega que estes significados “não têm nada a ver com a história do Piauí.”

O parlamentar alega que “O desafio não nos amedronta” faz mais sentido por lembrar fatos históricos como a Batalha do Jeninapo, travada em Campo Maior, em 13 de março de 1823, pela independência do Brasil.

A ideia foi levada a Antônio Félix pela Academia Campomaiorense de Artes e Letras (Acale). O deputado cita o escritor Adrião Neto como autor da sugestão de mudança no brasão – o mesmo já havia proposto a inclusão da data da Batalha do Jenipapo na bandeira do Piauí, o que passou a vigorar em 2005.

Veja o projeto na íntegra

“A substituição da legenda do Latim para o Português é coerente mesmo porque a Língua oficial do Brasil é o Português. Os cidadãos comuns e mesmo os letrados não são obrigados a falar ou entender o Latim, que é uma Língua morta – uma Língua que não mais possui falantes nativos”, acrescenta Antônio Félix, na justificativa do projeto.

Cidade Verde

banner2