banner2

O secretário estadual de Segurança Pública, Fábio Abreu (PTB), afirmou que está confiante que o BNDES, irá liberar R$ 16 milhões para o Estado do Piauí para aquisição de 100 viaturas e 100 motos como parte do projeto “Divisa Segura”. Para conseguir a liberação do dinheiro, ele participou nesta terça-feira (5) de uma reunião com o presidente do BNDES, Paulo Rabello de Castro, e com o coronel Carlos Augusto, os senadores Ciro Nogueira (Progressistas) e Elmano Férrer (PMDB), além do deputado estadual Júlio Arcoverde (Progressistas).

Segundo o secretário, o valor já foi aprovado, mas por um problema burocrático o dinheiro ainda não foi liberado. Na reunião ele mostrou para presidente do BNDES o projeto e como o dinheiro será aplicado.

“É um projeto que já existe, o Divisa Segura, que é um recurso que estava contingenciado, de R$ 16 milhões, e daí a gente provocou, através do senador Ciro Nogueira, essa reunião com o presidente do BNDES. As viaturas já estão inclusive reservadas. Então por esse prazo burocrático, a gente pediu essa reunião com ele, e saímos muito esperançosos de que vamos resolver isso, e queremos ter essas viaturas até o final do mês”, disse Fábio Abreu.

O secretário disse acreditar que logo o valor será liberado e que as viaturas já estão prontas e adaptadas para o policiamento. Ele ainda participou de uma reunião no Ministério da Justiça para a liberação de armamento.

“Tudo indica que o banco vai liberar o dinheiro. Pela forma que ele [presidente do BNDES] falou, ficamos muito confiante de que ele vai resolver esse problema. São 100 viaturas Hilux, adaptadas com cela e outros acessórios de segurança, e 100 motos. Vamos fazer outros investimentos, hoje nos reunimos com representantes do Ministério da Justiça e eles vão começar a entregar o legado que eles estavam devendo para a gente, de mais de 100 fuzis, pistolas e viaturas também”, destacou o secretário.

GP1

banner2