Exames de DNA não são feitos no PI há quase um ano...

Exames de DNA não são feitos no PI há quase um ano e inquéritos param

Instituto de Criminalística do Piauí (Foto: Yara Pinho/G1)

TELKI-PNEUS-728X90-2016[1]

Os exames de DNA para inquéritos policiais no Piauí continuam sem ser realizados. A denúncia foi feita pelo G1 no mês de novembro do ano passado e desde então a realidade não mudou. Segundo Juliêta Castelo Branco, diretora do Instituto de Criminalística do Piauí, desde fevereiro de 2016 os inquéritos policiais que precisão de exames de DNA para serem concluídos estão totalmente parados por falta de material e pessoal.

Juliêta Castelo explicou que todo o material que é coletado para a realização dos exames é apenas guardado. A análise não é feita por falta de pagamento para a empresa que fornecia os kits de coleta, além da falta de pessoal e de um laboratório próprio.

“O Piauí é um estado que não tem laboratório para realizar tal atividade. Todo o material é enviado para o estado de Pernambuco, mas a falta de pagamento de diárias e passagens, além da falta de pessoal, está afetando o andamento desses casos que necessitam de exames de DNA. Nós temos apenas duas peritas que realizam análises, uma está de licença maternidade e outra está na reta final de sua gravidez”, contou.

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública do Piauí informou apenas que os exames de DNA estão sendo realizados com apoio dos estados do Pernambuco, Paraíba e Brasília. O texto não informou sobre quando a situação será regularizada plenamente (confira íntegra da nota no fim da matéria).

Ainda segundo a diretora do Instituto de Criminalística, outro problema está no fornecimento de material para análise. “A empresa deixou de fornecer material para que nós realizássemos os trabalhos. Ela alega que a Secretaria de Segurança está com uma dívida e por isso suspendeu o fornecimento”, relatou Juliêta.

Em novembro de 2016, o Sindicato dos Peritos Oficiais do Piauí (Sindiperitos-PI)afrmou que 99% dos casos que necessitam de laudos de DNA estão parados no Instituto de Criminalística.

Um orçamento para a construção de um novo prédio para o Instituto com a inclusão de uma laboratorio para a realização de exames de DNA foi feito em outubro e ficou no valor de R$ 3 milhões, mas segundo a diretora nenhuma resposta foi dada. “Um orçamento foi feito para as novas instalações do órgão, porém até o momento não recebemos nada de concreto”, afirmou.

Crimes como homicídios e estupros são os que mais precisam dos exames de DNA para serem resolvidos, mas pela ausência a análise, algumas das investigações que precisam utilizá-los, estão sem solução.

Nota da secretaria de segurança do Piauí (íntegra)

A Secretaria de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI) informa os exames de DNA estão sendo realizados com apoio dos estados do Pernambuco, Paraíba e Brasília.

A SSP esclarece que o novo Plano de Segurança que será lançado pelo Governo Federal deve ajudar a curto prazo na realização dos exames, já que a Polícia Federal deve ampliar o serviço para os estados. Sobre a criação do laboratório da Polícia Civil do Piauí, o projeto em fase final do processo licitatório.

TELKI-PNEUS-728X90-2016[1]

Comentários Facebook

Email: contato@grandepicos.com.br | WhatsApp: (89) 99409-0245