Adapi quer certificação de área livre de doenças na criação de aves

Adapi quer certificação de área livre de doenças na criação de aves

A investigação se dará principalmente em granjas comerciais.

TELKI-PNEUS-728X90-2016[1]

O Estado do Piauí, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (ADAPI), realizará uma investigação sorológica com o objetivo de buscar o reconhecimento de área livre de doenças que afetam a criação de aves, principalmente a doença de Newcastle e Influenza Aviária.

A investigação se dará principalmente em granjas comerciais. Mas os pequenos criadores também devem prestar informações junto ao escritório local da ADAPI no momento da certificação da vacinação do rebanho bovino contra a aftosa, oportunidade em que são informados os demais animais existentes na propriedade.

Coordenador da ADAPI de Picos, Gerlan Vieira
Gerlan Vieira

De acordo com o coordenador da USAV de Picos, o veterinário Gerlan Vieira, as doenças de Newcastle e Influenza Aviária impõem barreiras na comercialização, e com o reconhecimento de órgãos nacionais e internacionais, o comércio de aves do Piauí será aberto para outros estados e também para fora do país.

“O principal problema destas doenças é a facilidade de transmissão, por isso que deve ser vista e acompanhada mais de perto. Aproveitamos e convocamos também os criadores que possuem animais que apresentaram este quadro clinico de secreção nasal, ocular, tosse, apatia, alta mortalidade, que venha ate o escritório nos informar para que a gente faça uma avaliação”, disse o veterinário.

 

Comentários Facebook